25 fevereiro 2009

Slumdog_Millionaire_[2009]

Esta noite assisti a um filme que se tratava de um miudo que jogou no programa de televisão "Quem quer ser Milionário?", este miúdo acerta perguntas com a analepse da sua vida. Impressionante! Nome do filme:Slumdog_Millionaire_[2009]

http://www.free-tv-video-online.info/player/zshare.php?id=54607202b9d055b5

Enjoy it!

Double Dragon I e II

Este jogos foi daqueles que me colou e fez bolhas no polegar... Double Dragon I e II para GameBoy. A dificuldade transformava-se muito árdua para conseguir chegar ao fim com vida, lembro -me que o primeiro não consegui acabar mas o segundo ja lhe dei a volta.





Double Dragon em busca da menina capturada! Lembro-me que só consegui chegar até aos monstros cabeçudos, um pouco depois nas grutas... Este passou tudo tranquilo!






Aqui vai dose! Vamos ver o Double Dragon II!


Isto foi tranquilo fazer!













Tranquilo de matar o boss!

23 fevereiro 2009

Who Framed Roger Rabbit? para Gameboy

Dos jogos mais básicos que joguei para esta plataforma foi este pobrezinho Who Framed Roger Rabbit? Lembro-me que emprestaram-me o jogo num dia e devolvi-o no dia seguinte. De facto a Capcom fez coisas bem melhores... ora vejam.





Até temos quem gozou com o jogo!


Kirby´s Dream Land para GameBoy

Mais um jogo para o GameBoy que na altura satisfez os meus dias, Kirby´s Dream Land!
Horas e horas que eu passei para acabar este jogo, lembro-me que demorava montes de tempo para descobrir certas coisas no jogo, como por exemplo o monstro do fim que era preciso preciso inspirar as estrelas que ele deitava quando saltava e caía no chão, acreditem que não era assim tão fácil. Fiquei espantadíssimo como é que este GameBoy maníaco conseguiu acabar o jogo em 9 minutos e 19 segundos!!!!!!!!! aaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhh! That`s insane! Muito perfeito na sabedoria de jogo, ora vejam!





Aqui temos o comercial para GameBoy Color trazendo mais alegria ao jogo, já não sendo da minha altura, pois já era crescido e já jogava algo melhor de certeza.





E aqui o comercial nipónico!





Ps: Dedico este post a este grande jogo, e tambem ao jovem recente amigo que conheci a jogar Naruto Arena, Nerofe o Kirbyzinho! És do alem miúdo! paz para ti.

22 fevereiro 2009

Para os invejosos hipócritas


A inveja causa arrogância, criticas parvas e jogos de ilusão. Não gosto que se misturem comigo, não são bem vindos se trouxerem com vocês esse carácter. Não quero saber se és o melhor ou o pior, não quero perceber que me queres ultrajar. Porque não acreditas no que fazes? Porque não te focas em ti próprio? Porque não bebes do teu cuspo se tu próprio tens mau sabor? Porque cospes na cara quando nem te olhas ao espelho? Para quê dizeres coisas que não fazem sentido, quando toda a gente dá força? A inveja é um cotovelo cheio de crostas que não saram... mete água oxigenada nisso. A inveja faz-te pensar mal, não te mostra sincero, até contigo mesmo. Faz-te dizer coisas que podem ferir os que querem evoluir. Claro que eles ganham força para fazer melhor, mas só a humildade desses que fazem as coisas por amor, destroem-te sem precisares de existir, fazem de ti lixo no meio de tanta coisa boa. Então a inveja corrói-te... faz algo de jeito, se for para falar mal, guarda isso para ti. Se ao menos deixasses uma critica construtiva... mas nem isso. Sentes-te inferior, é por isso que tens inveja.
Vou te dar a lição, não é a sujar os outros que evoluis, mas sim quando elogias alguém pelo bem que faz. Todos temos coisas boas para nos elogiarem, porque não ver esses pontos?
Porque é mais fácil pegar nas falhas, e atira-las para poder ser o maior.
Preferes destruir para teres o monopólio... nem me apareças À frente. O que fizeste ao mano Vigilante não se faz. Se tens coragem destrói o meu blog também. Talvez ganhes mais popularidade para a tua imagem podre sem cultura.

Fui tudo isto

Era calado porque descobria onde tudo era novo,
era novo o meu descobrir e na capoeira buscava o ovo,
desde mil epopeias, em sucatas no monte,
desde o poço lá da vinha e da fresca água da fonte,
tudo era energia, num gaiato de simpatia,
já a minha mãe dizia o que me iria tornar um dia.
Era tudo tão simples, como nadar lá no tanque,
como pegar na bicicleta e saltar outro barranco,
desde quedas ao volante e guerras lá na escola,
eu só queria a minha paz agarrado À sacola,
era estar em família e fugir do meu espaço,
o espaço foi se alargando e a família no laço.
Não pensava em tristeza, só com a natureza,
guardava o meu rebanho com comida na mesa,
fui mimado o suficiente até perceber a mensagem,
sem lutar nada obtenho só me deram bagagem,
para ser o que sou já não volto a viver isto,
esta foi a minha infância rodeado de tudo isto.

20 fevereiro 2009

Sentimento cobra




Encontrei-te novamente, quando te ouvi no aparelho, doce, cruel simpatia, que me renasceu algo velho.

Já há muito me perguntava, e por isso não esperava, porque disto quem aguarda,
alcança vazio que retarda...
Como pulas agora...já nem sabia o que era isto! Deixa-me fugir dessa fábula,
pois de cachorro não persisto!

Talvez insista, se me deres a tua vista, se subires a minha montanha,
chamava-te alpinista!
Creio que estou a vaguear, acredito que pode cair mal,
não quero em vão acreditar, não... não me quero amaldiçoar!
Não quero ser mais uma vitima, das malhas do sôfrego estar,
se me desses prova legitima, saberias do que estou a falar.

Sou mais subtil, mas também faço-me de forte,
e nisto caio inútil, após o suposto corte.
Mas quem sabe do que acontece, se vale a pena permanece,
quero saber se te preenche, o que a mim me enriquece.
Vou descobrir... daqui a pouco mais saberei,
talvez um índice do maestro, algo que ainda não saboreei.

Mas estás aí ou não? Tal como eu já procuras,
do teu lado vejo mais figuras, do meu lado estrelas e luas...
Mas eu encontrei-te. Se és ou não já não sei,
deixa-me só falar com o tempo, porque já sei do que errei.
Podes entrar...

19 fevereiro 2009

Chocolate!

Chocolate! Desde miudo que adoro este ingrediente... não sei porquê mas sempre fui muito guloso!
Lembro-me que a minha mãe escondia-me o chocolate lá em casa porque senão eu devorava tudo no momento.
Em honra do chocolate, vou deixar aqui as varias formas de como gosto de o devorar:

  • Adoro comer chocolate seja qual for a marca, em barras de quadrados!
Chocolate. Bom mesmo para a saúde ou puro prazer?
Foto de barras de chocolate
A história do chocolate começa entre os índios no México. Preparavam um suco de cacau que era usado como bebida sagrada em banquetes e cerimónias. O chocolate, tal como o conhecemos hoje, representa uma paixão mundial e estudos científicos desenvolvidos na última década têm revelado que além do prazer, o chocolate pode oferecer uma série de benefícios à saúde humana que vão muito além dos efeitos antioxidantes frequentemente divulgados pelos media.

Os estudos têm demonstrado que o chocolate pode reduzir a pressão arterial, aumentar o bom colesterol no sangue, afinar o sangue, entre outras coisas. Os maiores responsáveis por esses efeitos benéficos são os flavanols, substâncias também encontradas em fartas concentrações na casca da uva e nos chás verde e preto. O detalhe é que os flavanols são encontrados em boa concentração apenas nos chocolates amargos com alto teor de cacau (> 70%).


  • Chocolate para compor o cardápio. Quando era miúdo adorava comer uns que se chamavam Bomboca porque especialmente têm um creme de sabor muito cremoso por dentro, hoje em dia ainda se consegue encontra-los por aí!
Foto de bombons de chocolate
O s Maias, Olmecas e Astecas muito antes da colonização espanhola já tomavam em seus rituais e banquetes um tipo de suco de cacau, chamado por alguns deles de “tchocolath”.

O cacau para esses povos tinha origem divina, sendo que os Maias chegavam a comemorar em abril o dia de seu Deus do cacau: Ek Chuah. O fruto era tão nobre para esses povos que suas sementes eram usadas como moeda e não por acaso seu batismo científico, Theobroma cacao, em grego significa alimento dos deuses.

A paixão pelo chocolate atravessa os séculos, e hoje tudo o que seus apreciadores e fabricantes sonham é que a ciência bata um carimbo
definitivo de que um delicioso pedaço de chocolate por dia é uma das melhores atitudes para reduzir nossos níveis de aterosclerose, a doença que mais mata no planeta e responsável pela maior parte dos casos de infarto do coração e derrame cerebral. E os ventos parecem estar soprando nesse sentido ! Nos últimos anos, uma grande quantidade de trabalhos científicos tem demonstrado efeitos positivos do chocolate sobre nosso sistema cardiovascular e este parece estar chegando a um status de alimento inteligente comparável ao do vinho tinto.

Os efeitos mais nobres do chocolate estão relacionados à sua grande oferta de flavonóides, substâncias fartamente encontradas em alguns vegetais e que promovem o bom funcionamento dos nossos vasos sanguíneos. Essas substâncias são as mesmas que fazem a boa fama dos chás verde e preto e da casca das frutas vermelhas, só que o cacau
apresenta uma concentração especialmente generosa do subtipo flavanol (epicatequina, catequina, e procianidinas), que ultimamente tem sido apontado como o componente que mais tem efeito na nossa saúde vascular.

Podemos dizer que o impulso inicial para a série de estudos desenvolvidos com o cacau nos últimos anos foi a observação na década de 40 e depois na década de 90 de que os índios Kuna, habitantes de uma ilha no Caribe Panamenho, tinham uma prevalência baixíssima de pressão alta, mesmo entre os idosos. O interessante é que os Kuna têm ingestão diária de sal e padrão de actividade física semelhantes à maioria das populações ocidentais. Chamou muita a atenção dos pesquisadores o hábito dos Kuna de beber cerca de 5 copos diários de suco de cacau e o fato de que quando eles emigram para a cidade do Panamá, passam a apresentar frequência alta de hipertensão arterial e doenças do coração.


  • Não me mostrem caixas de chocolates... ofereçam aos vossos companheiros, pois eu devoro isso tudo! Seja de que cor seja!
    foto artigo

    Afinal, o que há de tão especial no chocolate?

    Existem pessoas com verdadeira compulsão e que chegam a fazer acompanhamento psicológico para tratar do vício, tamanho é o desejo irrefreável que sentem pelo chocolate.

    Além disso, bombons são um presente bastante comum entre casais apaixonados - mas de onde vem esta sua fama romântica?

    O chocolate é afrodisíaco e vicia
    Parece que o chocolate, assim como o café e o chá, possui uma capacidade incomum para interagir com a química cerebral.
    Uma equipa de cientistas da Universidade de Michigan, descobriu que, bloqueando quimicamente receptores opióides no cérebro, era capaz de diminuir pela metade o consumo de chocolate em comedores compulsivos. As suas conclusões apontam indicam que "os opióides estão implicados no desejo intenso por alimentos ricos em açúcar e gorduras, particularmente chocolates".

    Os pesquisadores também descobriram que o chocolate - assim como a cafeína - estimula a produção de um produto químico chamado feniletilamina. Esta substância tem sido associada há algum tempo ao "sentir-se apaixonado". É provável que explicação da sensação de extremo bem-estar ao devorarmos uma caixa de bombons passe por este caminho.

    O chocolate contém nutrientes essenciais para a energia, bom humor e prevenção da insónia. Alguns destes nutrientes estão ausentes em boa parte da dieta e os cientistas acreditam que o chocolate seja a sua principal fonte. Comer vegetais folhosos verdes, como brócolos, é uma boa maneira de evitar o desejo intenso por chocolate, pois substitui algumas das substâncias que produzem o "vício".



  • Ainda me lembro que andava sempre todo arrebentado das borbulhas, mas se me derem bolo de chocolate, isso não vai durar uma hora!

O chocolate causa acne


Muitos dos velhos mitos sobre o chocolate e a saúde estão desmoronando sob o peso de factos científicos. Nas últimas duas décadas, as pesquisas mostraram que ele não causa - nem tão pouco agrava - os casos de acne. Um estudo, realizado no Departamento de Dermatologia da Escola de Medicina da Universidade da Pensilvânia, demonstrou que o consumo de chocolate não estava relacionado com o desenvolvimento ou agravamento da acne.

Se me quiserem oferecer algo, façam-me um bolo... obrigado!

Deixo aqui o link para receitas: http://www.moo.pt/receitas/tag/chocolate/

Receita de Bolo Natural de Chocolate

Categoria: Café da manhã/lanches/festas - Bolos simples (sem glacê)

Ingredientes:

  • 4 unidade(s) de gema de ovo
  • 4 unidade(s) de clara de ovo em neve
  • 2 xícara(s) (chá) de açúcar mascavo
  • 2 xícara(s) (chá) de farinha de trigo
  • 1 1/2 xícara(s) (chá) de cacau em pó
  • 1 xícara(s) (chá) de óleo de soja Sadia
  • quanto baste de iogurte desnatado
  • 1 xícara(s) (chá) de uva passa
  • quanto baste de canela-da-china em pó
  • quanto baste de cravo-da-índia em pó
  • 1 colher(es) (sopa) de fermento químico em pó

Preparação:

Bata o açúcar com as gemas. Acrescente alternadamente o óleo, a farinha, o cacau em pó, a canela, o cravo e o iogurte. Junte a mistura delicadamente as passas, as claras em neve e o fermento. Coloque a massa, numa fôrma untada com margarina e farinha de trigo. Asse em fogo baixo (150ºC a 180ºC) por 50 minutos. Depois de assado, espere esfriar e desenforme. Polvilhe canela em pó. Pode variar colocando nozes, amêndoas ou castanhas do Pará. A form ideal é a forma para Bolo Inglês. Se for pequena, divida a receita pela metade.

Rendimento:

6 porções


Contraste maldito


Estou num ponto de viragem,
onde sou rio de passagem,
mil imagens me passaram,
mil estradas se caminharam.

Vivo no forro da miséria,
que me diz em sofrimento,
só assim se leva À séria,
a bondade do pensamento.

Cruzes faço no percurso,
na minha boca e no meu uso,
perco vida enquanto abuso,
ganho alma de ser luso.

Enredo por certas labaredas,
queimo partes do segredo,
cinzas,fertilizo merdas,
elevo plantas em sossego.


Minhas historias levam memórias,
daquelas que já nem lembro,
fraco levar de poucas glórias,
sou mais um que do solo é membro.

Sigo e digo no sigilo,
no meu posto de vigia,
som da rua já não é o grilo,
que na varanda ouvia.

17 fevereiro 2009

KRS - ONE


Para falar de algo tão grandioso, é preciso conhecer a história deste oldschool rapper. Lawrence Krisna Parker (20 de agosto de 1965),conhecido pelo seu nome artístico KRS-One, é um rapper dos USA, desde sempre a representar o Brooklyn, South Bronx, New York. Além de sua carreira, ele também é conhecido pelos seus muitos pseudônimos, incluindo “Kris Parker”, “The Blastmaster”, “The Teacha” e “The Philosopher”. KRS-One é uma figura importante na comunidade do hip hop e é geralmente creditado pelos críticos e por outros artistas do género como o que melhor exprime o que é ser um MC. Foi durante a sua adolescência, (passada na rua, ele estava sem domicilio fixo, frequentava a biblioteca local para aprender filosofia e história), que ele adoptou o seu primeiro pseudônimo Kris Parker com a arte do graffiti, assinando as suas obras como "KRIS-One", que o tornou K.R.S.-O.N.E (Knowledge Reigns Supreme Over Nearly Everyone). Após uma reunião com Ced Gee, líder dos Ultramagnetic Mc's, que Kris decidiu ser rapper, e gravar com ele através da sua caixa de ritmos (beat box), uma peça intitulada "Advance". Ao mesmo tempo, num abrigo, ele conheceu o seu educador, Scott La Rock, este levou-o a conhecer a noite do centro de Nova York, com a antiga equipa de Scott, os Celebrity 3, eventualmente, para o integrar, entretanto Kris renomeia a equipa para Boogie Down Crew. Formou a Boogie Down Productions, o ex-Boogie Down Crew era com DJ Scott La Rock, o seu mentor, e lançou o seu primeiro álbum, Criminal Minded (1987) com a B-Boys Records, um álbum com influências do dancehall no fluxo, baseados em samples contendo James Brown e retratando textos sobre o tema do assassinato de Scott La Rock ( "9 milímetros Goes Bang").
Link sobre a morte de Scott La Rock:
http://en.wikipedia.org/wiki/Scott_La_Rock.



KRS One (1988)





"9 milímetros Goes Bang" BDP





"Dope beat" BDP





the bridge is over





1989 Ghetto Music - The Blueprint of Hiphop(BDP)-Jack of spades





You Must Learn-KRS One 1989 Ghetto Music - The Blueprint of Hiphop(BDP)




Era Boogie Down - Esses anos foram de crescente reputação para KRS-One, muitas vezes em competição com os Juice Crew de Queens-Bridge, evoluindo tambem com as battles (incluindo a batalha Battle For Rap Supremacy), e em particular sobre o Mc Shan, com um memorável e assassino "The Bridge is over" por KRS-One, vem para o bastião da Juice Crew, para provar ao MC Shan, e especialmente aos membros da crew, a plena extensão de seu domínio verbal, criando faíscas com uma polêmica no bairro que deu Origem ao Hip Hop (South Bronx para KRS e Queens-Bridge para a Juice Crew).




JUICE CREW VS BDP



The Teacher / O professor
Com Scott La Rock morto, Boogie Down transforma cada vez mais a sua mensagem politizada, conhecida como "conscious rap" (rap consciente, Rap equiparado com a política). KRS-One, em seguida, virou-se para se tornar um rapper com menos provocatórias mas sim mais pensativo, federando rappers com as compilações HEAL e Stop the Violence Moviment. Ele separa o seu pseudónimo batalha "The Blastmaster" (O pulverizador) em favor de "The Teacha" (O Professor), e encontra em KRS-One um acrónimo de « Knowledge Reigns Supreme - Over Nearly Everyone » (Conhecimento reina supremo sobre quase todo mundo).

Com a Jive Records, sai a Boogie Down Productions com os álbuns "By All Means Necessary" (1988), com referências a Malcolm X, na capa do disco Kris aparece com uma Uzi na mão olhando pela janela, "Ghetto Music: The Blueprint Of Hip Hop" (1989), em seguida, em 1990 "Edutainment", "Live Hardcore Worldwide" (1991) e, finalmente, em 1992, "Sex and Violence" último álbum datado BDP.



1988 by all means necessary(BDP)





Stop the violence movement - SELF DESTRUCTION *During a Boogie Down Productions and Public Enemy concert, a young fan was killed in a fight; galvanized into action, KRS-One founded the Stop the Violence Movement. Comprised of some of the biggest stars in contemporary East Coast hip-hop, the movement released a single ('Self Destruction') in 1989 with all proceeds going to the National Urban League.





LOVE GONNA GET CHA - 1990 "Edutainment"





Album ao vivo Live Hardcore Worldwide(BDP 1991)- Criminal minded (live)



Para o seu primeiro disco a solo, "Return Of The Boom Bap", KRS-One é cercado por talentosos produtores cujo o mais famoso é DJ Premier (a primeira metade dos Gangstarr) e outros como Showbiz e Kid Capri. KRS-One continuou a criticar com o som muito eficiente e ainda altamente crítico "Sound of Da Police", uma das canções sobre o aclamado álbum de estréia na cena New York. No segundo álbum KRS-One, trabalhou com os Channel Live, Busta Rhymes, Mad Lion e Fat Joe. Em 1997, sai o album "I Got Next", que também incluiu "Step Into A World", com colaborações de Redman e na bônus track um remix de "Step Into A World" por Puff Daddy.




1993 Return of the Boom Bap: Sound of the police





1993 Return of the Boom Bap:KRS ONE-OUTTA HERE





1995 KRS-One "Rappaz R.N. Dainja"




1997 - Este som foi patrocinio da NIKE.





1997 I Got Next - Step Into The World





1997 I Got Next - A friend





Videoclip de promoção do album: Hip Hop Lives (2007) with Marley Marl



Recente carreira
Em 2001, KRS lançou o album "Sneak Attack" depois de ter lançado no ano 2000 "A retrospective" (compilação das suas melhores canções solo e com BDP), também este novo album parece ser mais virulento do que "I Got Next", The Teacha, o professor como ele gosta de ser chamado por aqui, veio com produções independentes sem grandes clientes e fornecedores com a única finalidade de difundir o conhecimento.




HOT - 2001 The Sneak Attack



Finalmente, em 2002 sai "Spiritual Minded" de Krs-One (ou seja: a auto-irrisório título contendo o nome do primeiro álbum por Boogie Down) e "The Temple Of Hip Hop" (label com quem ele entrou a contrato, incluindo uma cláusula de consciência e uma cláusula para transmitir espírito cultural do Hip Hop bem cara para KRS-One). KRS-One, marcado pelos acontecimentos de 11 de Setembro de 2001, mostra a sua influência gospel e religiosa com títulos como "Lord Live Within My Hearth" ou "Come To The Temple".

Hoje KRS-One é conhecido por sua letras sociais e politicas que defendem auto-conhecimento e educação (como em "You Must Learn") dá inúmeras palestras em universidades (Harvard, Yale, Stanford), e também age muito na área social, criando a "Human Education Against Lies" com o fim de distribuição de livros e CDs para os pobres.

Consciente rapper, poeta, produtor, benfeitor, religioso (o pastor da Igreja Riverside - Harlem e fundador do "Temple Of Hip Hop"), foi também, após a sua partida da Jive (depois do "I got next"), Diretor artistico da Warner. Nos albuns seguintes, "The Mixtape" (2002), "Prophet vs. Profit" (2002), "Kristyle" (2003) et "Keep Right" (2004), continuou no mesmo estilo, tanto em termos de temas de textos como musicalmente. Sem concessões, eles se reuniram com sucesso limitado. KRS-ONE chegou a mesmo a declarar: "Eu preferiria vender uma centena de registros para as pessoas certas do que um milhão de registros para as pessoas erradas." Entretanto, encontramos KRS One em 2005, featuring Rockin'Squat do grupo francês Assassin na pista "Our philosophy", no álbum "Politikement incorrect" de Monsieur R.
Pesquisar sobre Monsieur R: http://en.wikipedia.org/wiki/Monsieur_R.

Em junho de 2006 ele lançou o álbum "Life", assinado com o rótulo Antagonist. Este álbum é uma espécie de regresso Às origens, com KRS enérgico como sempre, mas em produções mais apuradas com featurings dos membros do grupo "Footsoldiers". Mais uma vez, o professor nos lembra que: "Hip Hop não é um produto, Hip Hop és tu e eu." ("Hip Hop is not a product ; Hip Hop is you and me").

Em 2008, ele assinou um acordo com a Duck Down Records para um álbum comum com outro rapper, Buckshot. Lançou um novo álbum intitulado "Maximum Stregth" lançado a 26 de Maio, é um álbum que contém sons inéditos de KRS-One entre 1999-2007. Em setembro de 2008 ele colaborou novamente com o título dos Assassin Rockin'Squat "Key Of Life" lançado no álbum "Confessions d'un Enfant Vol.1 du Siècle".



KRS-One & DJ Premier - Criminal Minded '08




Discografia
  • * Criminal Minded(BDP 1987)
  • * By all means necessary(BDP 1988)
  • * Ghetto Music - The Blueprint of Hiphop(BDP 1989)
  • * Edutainment(BDP 1990)
  • * Live Hardcore Worldwide(BDP 1991)
  • * Sex and Violence(BDP 1992)
  • * Return of the Boom Bap (1993)
  • * KRS-One (1995) * I Got Next (1997)
  • * Criminal Justice(1999)
  • * A Retrospective (2000)
  • * The Sneak Attack (2001)
  • * Prophets Vs. Profits (2002)
  • * Spiritual Minded (2002)
  • * The Mix Tape (2002)
  • * Kristyles (2003)
  • * D.I.G.I.T.A.L. (2003)
  • * Keep Right (2004)
  • * Life (2006)
  • * Hip Hop Lives (2007) with Marley Marl
  • * Adventures In Emceeing (2008)
  • * Maximum Strength 2008 (2008)
  • * Conflosation (2008) with Buckshot





KRS-One Rhymes About Obama





Krs fala de OBAMA 1





Krs fala de OBAMA 2





Krs fala de OBAMA 3

16 fevereiro 2009

O meu primeiro selo!



Este foi o meu primeiro selo premiado! Obrigado pela força Vigilante!

O selo tem de seguir 4 regras:
  • 1) Exibir a imagem do selo;
  • 2 ) Ter no post esta indicação: "Blog criador do selo: http://vigilanteworld.blogspot.com/
  • 3) Linkar o blog pelo qual se recebeu a indicação;
  • 4) Escolher outros blogs a quem querem entregar o Prémio

As minhas escolhas para blogs premiados com este selo são:
http://asideiasdo.blogspot.com/
http://stick-openmind.blogspot.com/
http://lagrimascoloridas.blogspot.com/

Como não tenho seguido muitos blogs, estes são os que tenho achado muito interessantes!

Mais uma vês, obrigado pelo selo Vigilante! Abraços a todos, e beijinhos às meninas.

Ren & Stimpy videos e sample videos




Para viciados na melodia!







Temos a banda tambem!






Dr. estupido porque tenho de ir para a escola?
hahahaha! é demaaaais!







É o Ren insano a alucinar com uma serra!Gay Stimpy! heheheh!





Outra musica deles com direito a bateria!Viciados da série!









Primeiro episodio da segunda season, é das cenas mais arrepiantes!!!aarrrrgh!









este episodio tambem passou na Sic!

Naruto Arena


Join Naruto-Arena.com - Your #1 Online Multiplayer Naruto Game !


Hahaha! O poder da minha equipa! Pareço um miudo a jogar isto, mas na verdade jogar na Arena do Naruto está me a tirar muitas horas de sono!
Experimentem para ver como doi!

15 fevereiro 2009

O mundo dos humanos

Olá blogueiros e blogueiras... boa noite para mim também... hoje sinto-me extremamente cansado devido à noite passada que não preguei olho, nem dei atenção ao meu bloguito, que acaba por ser algo não muito fantástico, mas é o meu... então cá estou nele outra vez, agora de uma forma mais pessoal. Estou a escrever o que me vem À cabeça, normalmente quando escrevo é sempre de uma forma mais exaustiva, mais trabalhada. Hoje não tenho paciência, hoje é ao natural, sem espinhas, truques e magicas, sem imagens, só palavras seguidas na ponta dos dedos.
Sinto-me uma seca quando penso no que escrevi para trás, acho que dou muitas voltas e não falo se calhar do que quero realmente falar... sou daqueles que não desembucha de uma vez. Sou um emaranhado de coisas que passam e não ficam e depois voltam, e já divago para outros lados. Um bocado insano mas sinto-me presente no mundo. Neste mundo dos humanos, que estranha forma de viver. Vejo me revoltado com tudo à minha volta e não me sinto um comunista pois nem curto politica, talvez fosse fixe tentar perceber os capitalistas, mas são de um mundo tão diferente do meu que me sinto no poder de criar as minhas próprias politicas. Tenho olhos na cara, e sei que estamos infectados por este vírus imperial, de levar os que não têm À ruína. E os que mais se deviam importar pelos que não têm, apenas visam o crescimento do bolso alheio, daquele que não se preocupa com os outros, tornando o mundo individualista, é cada um por si...
Claro que um pais com posses torna a população mais garantida, estamos todos no ciclo, mas é um ciclo mal repartido, passamos os anos a pagar dividas, e todos ficamos endividados, só quem está garantido é que se safa.
Conheci um colega inconformista, uma pessoa já de idade, este disse-me algo que assenta que nem uma luva: "o que é feito do espírito de equipa?"

13 fevereiro 2009

SuperMarioLand para Game Boy

O meu primeiro grande vicio nos videojogos foi o SuperMarioLand para o Game Boy.
O meu primo da França chegou com a sua consola quando veio de férias e entre outros jogos tinha este.
Não descansei enquanto nao o acabei duas vezes seguidas, porque a segunda vez que se começava do principio, o jogo passava a uma versão hard, mais difícil com mais inimigos!



E temos aqui um grande record! Acabou o jogo em 12 minutos e 15 segundos!
Será record do guiness???

O criador de Ren & Stimpy



John Kricfalusi



Ren & Stimpy são dois personagens que estrelaram duas séries animadas estadunidenses, criados pelo cartunista canadense John Kricfalusi. Ren Höek, um chiuaua neurótico, e Stimpson J. Cat (Stimpy), um gato vermelho simplório (mas ocasionalmente inteligente), estrelam aventuras non-sense, remanescentes à era de ouro da animação. Kricfalusi criou os personagens na década de 80, enquanto trabalhava em pequenos estúdios de animação nos Estados Unidos. No Brasil, a série foi exibida pelo canal Nickelodeon, e também pelo canal Locomotion.

Apesar de ser um produto do canal pago infantil Nickelodeon, The Ren & Stimpy Show (série que no Brasil ficou conhecida simplesmente como Ren & Stimpy) teve uma reputação de mensagens e insinuações subversivas (como o relativamente recente e já cancelado Invasor Zim). De fato, o programa rompeu os limites do bom gosto mais do que qualquer outro desenho havia feito antes: seu nível de humor escatológico, particulamente fixado em flatulências e ranho, só foi ultrapassado talvez por Beavis & Butt-Head ou The Brothers Grunt. Apesar de algumas vezes parecer apenas uma série escatológica (e visualmente repulsiva), a série satirizava vários aspectos da cultura norte-americana da maneira mais ofensiva possível e causou desconforto em muitos telespectadores e executivos do estado.

Pesquisa: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ren_%26_Stimpy

Ren & Stimpy Space Cadet Adventures



Pessoal eu quando era puto tinha este jogo para o Game Boy!
Já não me consigo lembrar se o acabei... mas fica aqui o vídeo para terem uma ideia!
Lembro -me que não era papa doce!

12 fevereiro 2009

Ren & Stimpy



Para vos falar de algo que me empolgava quando era miúdo, este era um dos meus desenhos animados favoritos, Ren & Stimpy eram perfeitos porque se diferenciavam de todos os outros desenhos animados.
Com desenhos mais primitivos, faziam coisas nojentas, contrastando o bem e o mal, mas principalmente criticavam a sociedade com historias para os miúdos.
Apesar de terem sido censurados, para mim eram uma fabrica de originalidade, por mais estúpidos que fossem, mostravam o que mais nenhum desenho animado mostrava, desde ranho, a peidos, a explosões cerebrais e historias macabras.
A minha mãe dizia que eram muito porcos, mas a mim sempre me fizeram rir à gargalhada!
Eis a oportunidade de me rir mais um bocado, vou aqui postar os vídeos que encontrar mais rudes e imprevisíveis.
Para verem a qualidade da banda sonora, aqui deixo a musica tema da série.

Desabafos directos (para quem os recebeu) 10




Adoro descobrir-te a cada dia que passa,
desvendar-te é um vicio que não me farta.
E nada disto é farsa,
é tudo o que o meu coração acha.

Ao sabor do tempo,
viajo em pensamento,
quando de ti me lembro,
rachando frio no mês de Dezembro...

(o meu calor vindo de dentro).

Lindo é o caminho,
que sigo contigo,
quero te ter ao meu lado,
proteger-te de todo o perigo.

Dormir e acordar,
deitar e levantar,
sonhar e amar,
contigo quero estar...

(meu luar, meu encantar).

Sabes que te beijo em qualquer lado,
e lambuzo mais que um rebuçado,
sendo o teu anjo alado,
que veio para te dar um recado.

Corto as asas já não voo,
ando contigo porque sem ti destoo,
venho amar-te e beijar-te,
desejar-te como nunca foste.

Longe não estás nem estarás,
do meu coração nunca esquecerás...
tocaste na minha alma,
minha calma...

és a cura que perdura, formosura...

10 fevereiro 2009

Desabafos directos (para quem os recebeu) 9

Quero que chores ao meu ombro,
para acalmar o teu choro,
apaziguar o sensível perceptível,
é conseguir dominar a qualquer nível.

O nervoso é algo poderoso,
podes chorar meu amor...um lacrimoso,
embalado pela saudade,
as raízes de sempre encara com serenidade.

O regresso é saudável, eu encorajo-te para uma nova viagem, a outra margem.



Telepatia sem telefonia,
mentalmente sem cabos em sintonia,
afrodisia em companhia,
frenesim do meu dia,
aqueço sou luz que te alumia,
e ao teu sorriso dou alegria,
simpatia.

Estás envolvida nos meus braços,
sinto falta e crio laços,
quero o teu aroma para sempre,
meu único sol nascente,
como uma manhã diferente,
fervente,
deixo-te este beijo quente.

Desabafos directos (para quem os recebeu) 8




Toma o teu pequeno almoço e pensa no dia, sem agonia.


A tristeza que sentes,
são águas passadas a muitas gentes,
vive a tua vida e deixa esses momentos,
transparentes.
O teu vazio é preenchido pela minha alegria,
estar contigo é um processo de relação e partilha,
sintoniza,a amargura não é precisa,
dá valor à vida.
Ganha forças e pensa no que tens a fazer,
invencível a tua garra por viver,
imperdoável massacrar o cérebro corromper,
no teu crer vê prazer.

Inimaginável a química que partilhamos.
Para sempre.

Desabafos directos (para quem os recebeu) 7




Beijo-te e por ti entro,
és a porta do meu alento,
e quando te sinto arrebento,
vida à semente que tenho por dentro.

Adoro-te como escrita lírica,
adoro-te és a minha musica,
doce com gosto e única meu amor,
não te esqueças deste mundo de cor.

A tua vida é colorida,
com a minha tinta revestida,
preto, branco e amarelo,
qual a tua cor preferida??

(sou o arco íris da tua vida)

09 fevereiro 2009

Desabafos directos (para quem os recebeu) 6


Era um sonho e era um consolo,
dormir contigo no lençol que me enrolo,
calor amor e suor, melhor cor factor sem favor,
abençoada és minha dama de honor....
(como te adoro com fulgor.)

Pensando no meu sol,
o cérebro é como um fole,
que absorve e tudo devolve,
és permanência que me envolve.

É a força divina,
que o amor nos ensina,
é o contraste da chuva fria,
com corpos em sintonia.

Está explicito minha querida,
és a pureza da minha vida,
pele de seda lambida,
só minha muito sentida.

Minha diva de prazer,
contigo o suor a escorrer,
senti o amor a crescer,
no dia que quiseste desaparecer...

08 fevereiro 2009

Desabafos directos (para quem os recebeu) 5


A esta hora da matina,
estranho e bizarro sentir me desafina,
como se por um leve virar da esquina,
a minha vida transformada num alegre som de concertina.

Pelas nuvens mais cinzentas,
andei às cegas a tropeçar em cometas,
ao longe avistava planetas,
horizontes longe das vistas.

Conhecido o céu azul,
bebo chá quente do bule,
avistei calores ardentes ,
o meu sol de raios reluzentes.

Noites quentes ganham brilho,
sozinho no escuro... do sol sou filho,
vivo e sobrevivo, enquanto me encolho,
sou água no tacho e especiaria do molho.

Tive receio de uma fuga,
depois de tanta luta,

o sentimento que me suga,
e que me deixa sem permuta.

Não te quero perder, quero te ter,
não sou frio... quero te aquecer... até morrer.

Desabafos directos (para quem os recebeu) 4


A tua boa disposição é um momento que me enriquece,
nem quero saber do que enfraquece,
a mente que consente, na esperança que rebente,
um brotar... de um todo consistente.

O vento sombrio tem assobio na minha janela,
por ela pode vir o frio fugidio da ruela...

Deitado no seguro e resguardo,
tranquilo da alma penso um bocado,
será que é alucinação, estou a ficar transtornado,
és tu a sensação que o coração tem arrecadado.

És a reconciliação do meu ser, com a necessidade de viver,
és a metade que falta num corpo que te quer ter.


Desabafos directos (para quem os recebeu) 3


Sonho contigo noite e dia ,
revejo a tua imagem que me alia,
o carinho puro que sentia,
sozinho na melancolia.

Os nossos momentos são sagrados,
por nossos corações emanados,
contemplados, conquistados,
por sonhos afastados.

A água vinda do céu,
anuncia um manto de breu,
a manta quente no corpo,
alivia o gélido sopro.

Como o vento que arrepia o pelo,
singelo momento que me cubro,
é assim que eu sou novelo,
sol de raios ao rubro.

Tento dormir descansado mas há imagens que nao esqueço...
porque aconteço e faço acontecer...
és quem alimenta a minha alma e quem me acalma e dá prazer.
(Minha fonte de viver).

Desabafos directos (para quem os recebeu) 2


Se perceberes sei que nao me evitas,
e sem dar nas vistas até me conquistas...
Podes não me transmitir as coisas,
mas no momento sentes e não me usas.

É a tua vida ja decidida,faz te ser livre e esclarecida,
sendo eu o tesouro que tu procuras tendo chave da saída...

Se és a princesa sou o espelho,
olha-me com atenção... ouve o conselho.
Se necessário eu subo torres e mato dragões,
apenas para unir os nossos corações...

No meio das vibrações,sem interesse nem traições...
Sou a chama acesa,que permanece na tua defesa,
e que te mostra a felicidade... com certeza...
(adoro-te saudosa princesa).

Desabafos directos (para quem os recebeu)


A minha vontade é enorme,
lutadora como um sonho de quem dorme,
se é forte até criar corte,
sem dor à sorte ultrapassa a morte.

É a sina de um guerreiro,
lutar constante para ser o primeiro,
conquistar o que alcançar e não ser interesseiro,
ser vulcão no coração neste mundo matreiro.

Procura em mim um refúgio,
algo que procuras de mais precioso,
mesmo que seja algo ansioso,
eu serei sempre atencioso.

Quero que me sintas...
mas não pressiono,
quero que reflictas,

o meu ser nas entrelinhas,
demonstra o teu EU como palavras escritas.

06 fevereiro 2009

Paixão

Foi ali que eu vivi, da varanda do meu quarto eu vi,
foi ali que eu cresci a pensar sem fim,
foi no chão do meu quarto,
onde cortei pensamentos a X-acto...
e foi de facto!


Foi assim que eu cresci, a pensar em ti,
foi assim que nas malhas jazi,
foi na loira que vi luz,
onde descobri o que não se reproduz...
até à cruz!

Foi como aprendi, que são o fardo eterno,
foi ali com lágrimas no caderno,
foi no medo da imagem,
onde louvei que eras só uma miragem...
alem da minha margem!

Foi na minha varanda, que vos conheci,
foi ali que vos reproduzi,
foi onde me iludi,
onde por dentro me rasguei e cresci,
e tudo senti!

Foi como prezei por seres simples,
foi como zelei que existisses,
foi como te imaginei,
onde és o sonho que sempre procurei...
mas não te encontrei!


O desenvolver da mente


Desenvolvo quando inovo na procura incessante,
reflexo do meu mundo que me humilha possante,
perante as barreiras impostas pelo cultivo,
vou ligando mais ideias tentando não ser possessivo.

É por isso que sou calmo e de pensamento leve,
é por isso que sou bravo quando expludo o meu nervo,
mas era pacato demais, infância protegida,
mas dou graças aos meus pais,da vida escolhida.

Foi na humildade mais pura que senti a verdade,
quando percebi que o mundo é falso logo perdi divindade,
de me exaltar na corrida, pensava que era fácil viver,
as pessoas que me rodeavam deitaram tudo a perder.

O desenvolver da mente era abstracto na tela,
percorria ilusões como barco sem vela,
eram tudo sensações que traziam visões,
só mais tarde é que desenvolvi o que hoje me traz razões..

Um miúdo pacato era eu no universo,
só quando senti aperto é que me dediquei ao verso,
extensos dias passados em molduras pendurados,
estas são recordações dos momentos passados.

Miúdo afastado do mal... o bem reinava na minha fonte.
Era tão fresca e saudável... a água da minha ponte.

05 fevereiro 2009

Viver cheirar e crescer

Acolhido pelo zumbido e cheiro puro da natureza,
imaginava mundos com sensibilidade e destreza... hmm..
procurava campos de flores para encontrar a minha paz,
a minha cadela sentia faunas intensas nas terras imensas e extensas de produtividade.
La andava eu com o meu cajado, lugar sagrado onde espinhos pertenciam apenas às rosas.
É por isso que sou o que sou,
simplicidade perceptível,
e por mais estrada que percorro esteja onde estou,
pacifico, apaixonado ao nível mais sensível.
Como era bom ser sempre PRIMAVERA...
 
Copyright 2009 Cevada